comunicado   Atenção: Processo seletivo de tutores/orientadores para o curso de especialização em Saúde da Família, clique aqui.

APRESENTAÇÃO DO CURSO - FORMAÇÃO DE PRECEPTORES

 

Curso:

Curso de Aperfeiçoamento "Formação de Preceptores para o SUS"

Coordenador:

Sandra Maria Spedo

E-mail:

smspedo@gmail.com


Apresentação do Curso

As atuais políticas nacionais para formação e qualificação dos profissionais de saúde, particularmente as Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Graduação das distintas profissões da Saúde e os Programas Mais Residência (Brasil, 2009) e Mais Médicos (Brasil, 2013), reiteram que o Sistema Único de Saúde (SUS) constitui-se em espaço privilegiado de ensino-aprendizagem.
Essas políticas implicam novos desafios para os gestores do SUS e da academia, qual seja, aperfeiçoar os trabalhadores do SUS para que possam assumir seu papel na formação de outros profissionais da saúde (estudantes de graduação e pós graduação).
Nesse contexto, em 2014, a Pró Reitoria de Extensão da Unifesp, em parceria com gestores municipais do SUS, elaborou uma proposta de Curso de Aperfeiçoamento “FORMAÇÃO DE PRECEPTORES PARA O SUS”, na modalidade à distância (EaD), financiado pelo Ministério da Saúde (MS/SGTES), oferecido pelo pólo da UnA-SUS na UNIFESP dirigido a profissionais de saúde vinculados ao SUS.

Este segundo curso tem como público alvo 300 trabalhadores do SUS de seis municípios paulistas (Guarulhos, Mauá, Santos, São Bernardo do Campo, São Paulo e Sorocaba), que participaram do processo de pactuação com o apoio do Cosems-SP.

Público-alvo

Trabalhadores do SUS, profissionais de nível superior, vinculados à rede de atenção à saúde dos municípios de Guarulhos, Mauá, Santos São Bernardo do Campo, São Paulo e Sorocaba.

Objetivo Geral do Curso

Objetivos centrais:

  • Aperfeiçoar a formação de trabalhadores do SUS para atuarem como Preceptores para o SUS, em processos formativos de profissionais de saúde na rede de atenção à saúde, tanto na graduação, quanto em residências (médica e multiprofissional);
  • Desenvolver, com os estudantes/cursistas, competências nas dimensões educacionais e assistenciais visando qualificar processos de trabalho e de educação na saúde.

Competências centrais esperadas:

  • Acompanhar de forma contínua o desenvolvimento de estudantes, de graduação e/ou de pós-graduação, de forma a propiciar um processo de formação crítica, humanística e contextualizada na rede de atenção à saúde do SUS;
  • Identificar oportunidades de aprendizagem e utilizar estratégias de ensino-aprendizagem e de avaliação adequados ao projeto de formação para o SUS;
  • Ser referência técnica e ética para estudantes, atuando de forma crítica e centrada no cidadão e em seu contexto, visando à transformação das práticas em saúde.

 Programa

Esse curso foi construído em conjunto com representantes da gestão do SUS de quatro municípios paulistas, tendo como referência as metodologias ativas de ensino-aprendizagem e, em especial, a Problematização (Freire, 1996).

Nesse processo, a partir da realização de duas oficinas de trabalho que contaram com a participação de distintos atores institucionais do SUS municipal (preceptores, residentes e gestores), foi delineado um perfil de competências do preceptor que serviu de base para a organização do currículo deste curso.

São utilizados recursos e estratégias pedagógicas, contextualizados na realidade do trabalho em saúde no SUS, que potencializam o papel protagonista do estudante/cursista em seu processo de aprendizagem. Pretende-se que a reflexão e problematização sobre a própria prática, apoiadas no referencial teórico oferecido, possibilitem que o estudante/cursista desenvolva as competências priorizadas para este curso.

A partir desse perfil de competências, o curso foi estruturado em três eixos centrais – educação em saúde; gestão do cuidado; e políticas e gestão em saúde -, que serão desenvolvidos de forma articulada e integrada em quatro Módulos:

  • Identidades do Preceptor do SUS
  • Estudo e Gestão do Caso
  • Educação em Saúde e Formação de Profissionais de Saúde no SUS
  • Políticas e Gestão em Saúde no SUS

Outras informações

Temas centrais abordados:

  • Papel e competências do preceptor no SUS
  • Movimentos e abordagens pedagógicas
  • Estratégias de ensino-aprendizagem na ação do preceptor
  • Currículo por competências e a formação de profissionais de saúde
  • Avaliação em processos formativos na saúde
  • O papel dos trabalhadores do SUS na formação de profissionais da saúde
  • O SUS e as normas das residências médica e multiprofissional
  • O SUS e as novas diretrizes curriculares de cursos de graduação da saúde
  • Gestão do cuidado e do trabalho no SUS municipal
  • O que é ser trabalhador da saúde no SUS
  • Políticas estratégicas no atual contexto do SUS
  • Redes de Atenção em Saúde
  • Trabalho em equipe no SUS (colaboração interprofissional)

Carga horaria do curso

260 horas/atividades, com 5 Encontros Presenciais

Duração do curso

6 meses  (início: 10 de setembro de 2015; término: 10 de março de 2016)

Horário das aulas

Curso EaD, sendo previstas 10horas/atividades por semana .

Apesar da autonomia e flexibilidade para o estudo, os cursistas devem seguir prazos definidos para realização das atividades propostas.  

Orientações para inscrição

Curso já iniciado. Inscrições encerradas

Parcerias

Secretarias Municipais de Saúde de: Guarulhos, Mauá, Santos, São Bernardo do Campo, São Paulo e Sorocaba.

Financiamento

Ministério da Saúde/SGTES – Programa UNA-SUS


 

Pró-Reitorias

Unidades universitárias

Campi

Links de interesse